tudo tem um motivo


 provavelmente é daqui
Poderia ser sábado, mas acabou sendo domingo. Nunca quis estar ali, mas no ultimo momento senti pena de mim mesma e acabei por ir. Na entrada, na bancada da cozinha, todos estavam de pé conversando. Não lembro que música tocava. Conhecia todo mundo, mas naquele momento era como se não. Tinha bastante gente, mas me sentia tão só. 

Depois de um tempo não lembrava porque queria ter ido. Eu sofria.

Quando perguntaram qual deveria ser o nome do teu personagem na banda desenhada dele, eu disse alto, que tinha de ser O Cara. Porque tu usa essa palavra em abundancia, e é engraçadinho. Tu ficou com vergonha, e não intendeu o que eu queria dizer. No final quis dizer em todos os sentidos. Nós paramos na porta de correr dos fundos, e tu disse que a tua vida é baseada na humildade e na empatia, tudo que tu faz é o minimo pra ajudar quem está por perto. É o minimo, e não deveria ser visto como algo tão bom, pois todos deveriam fazer isso. Mas as coisas não são assim, e eu achei isso triste. 

Voltei a ficar quieta. Fiquei sozinha naquela cadeira alta da bancada, e todo mundo do lado dançando e falando no sofá. Eu queria ir embora. Pensava naquilo que me tinha dito. Foi pegar o copo ali perto, e me perguntou porque estava tão melancólica, e não ia para o outro lado. Eu não queria ir, não tinha motivos. E tu falou que tudo tem um motivo, que nada acontece por acaso, e ia terminar de falar essa filosofia  bonita quando ti puxaram. 

Quando nos falamos depois, tu disse que não lembrava de nada daquele dia. E eu nunca pude saber o porque tudo tem um motivo. E desejei nunca ter ido naquela festa, pois desde então não sei porque me sinto tão triste.  

4 comentários

  1. Olha, muito complicado ir em lugar que a gente não quer ir, encontrar gente que a gente não quer ver e ainda por cima ficar sem entender porcaria nenhuma. É complicado quando tudo que resta é uma avalanche de sentimentos sem sentido e razão de existir, fica lá só encomodando.

    Gostei do blog. :)
    https://marysucix.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim!! se sentir sem sentido, e sem razão, e sem vontade de nada. É tão confuso, e tão claro ao mesmo tempo.

      Excluir
  2. Já me peguei várias vezes nessa situação. Não querer estar ali, me isolar.
    Uma vez fui embora, não quis me torturar naquele lugar desconfortável com pessoas que não se importavam tanto comigo.
    Lembrei de música Here, da Alessia Cara <3

    Com amor, ♥ Bruna Morgan

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não conhecia a música nem a cantora. A ouvi, pesquisei a letra e foi exatamente assim.
      Normalmente eu gosto de sair e conversar com várias pessoas, mas depois desse dia comecei a ficar meio mal só de pensar em festas. Me sentir como na música.

      Excluir