022: agulha, tesoura e impressora

Em algum mês entre o meio e o fim do ano passado eu comprei uma máquina de tattoo. Nos dias seguintes vi vários vídeos sobre isso, risquei em EVA, banana, laranja e até espetei meu dedo sem querer. Depois dei um tempo disso. Um tempo beeem longo que tinha como desculpa muitas balelinhas que eu contava pra mim mesma. Tive um pesadelo onde fazia uma tatuagem sei lá do que contra a minha vontade e depois ficava chorando e tentando arrancar minha pele. Já não tinha vontade de ter algo pra sempre no meu corpo mas agora é totalmente negativo. Fiquei de ir pra Porto Alegre e aprender umas coisas com um amigo do meu primo mas não rolou e a poucos dias descobri uma tatuadora daqui que ensina e tudo e parece ser legal. Ela acabou de ensinar pra uma amiga minha que nem sabia que desenhava, nem sei se desenha na real. E vou ter minha primeira aula amanhã, quarta-feira. Mas essa tutoria não é de graça então to juntando todos os meus dinheiros pra ter desconto, e porque não gosto de gastar minhas economias pra quando tiver que me mudar ou algo assim, sei lá. Por sorte já deve fazer umas três semanas que estou formanto uns relatórios e trabalhos de conclusão de curso de uma turma de pedagogia e ajudando minha mãe numas coisas exporadicas, então acho que vou conseguir ter grande parte até lá (amanhã!). 

E isso é um dos porquês de eu estar tão atarefada e de saco cheio. Tou meio deslocada. Minhas aulas começam em menos de um mês e tudo mundo do curso parece super legal e talentoso, tem ate mais um menino aqui da minha cidade que vai ser meu colega e nem tinha ideia.

Ontem participei da oficina A zine mais fácil do mundo ministrada pela Cuqui e foi muuuuito legal. Tava super ansiosa pra participar de todas as oficinas da Poça desde o primeiro anuncio sobre elas e quando abriu as inscrições esgotou tudo em menos de 24h!!! Consegui me inscrever em duas de últimissima hora por causa de uns cancelamentos nessa de zine e noutra de bordado que é sexta. Na oficina a Cuqui deu vários exercicios bem divertidos e experimentais pra fazer em cada página, um era de tirar um printscreen analógico e podia ser como quisesse como em todas as propostas, mas o exemplo dela era genial então segui os passos dela. 

O lance era pegar um telefone, tablet, câmera... qualquer coisa capaz de fotografar e com uma tela, colocar a tela virado pro scanner e tirar uma foto usando o scanner atravês da lente do equipamento que tava lá. Será que deu pra entender? Aqui o meu experimento.


OBS: a primeira imagem é a zine que fiz na oficina! A ideia delas é juntar todas as produções numa documento unico depois. Outra hora acho que vou editar melhor e postar lá no issuu. A Cuqui e a Rafa, que é organizora da Poça, são autoras de várias zines que mostrei no outro dia aqui.

Porque o tempo não para, a pouco fiquei com vontade de fazer papeizinhos de cartas e de anotações pra enviar nas próximas cartinhas que escrever. Mandar e receber cartas é especial. Fiz tudo correndo e de teste então não ficou a melhor coisa. Se quiser dá pra baixar elas clicando em cima de cada uma.


Super cansada mas mesmo assim queria registrar tudo isso. Durante os próximos dias pretendo matar a saudade de tooodos os blogs que não consegui ver esses últimos dias. 

021: muitas listas de inverno

filme: Nunca Fui Santa (1999)

Nunca senti tanto frio como esse ano, não sei se sou eu, se realmente esta bem mais frio que o normal ou em relação ao último inverno. Na maior parte do tempo não tenho vontade de fazer nada e fico fantasiando coisas para fazer quando não estiver mais com as mãos dormentes. Esse fim de semana retomei a assistir filmes, fico oscilando entre semanas de vazio e semanas de ate dois filmes por dia. Mas é meio difícil assistir qualquer coisa que não seja na TV.

O que assisti nesses últimos meses (mais ou menos do antigo pro mais recente e excluindo os filmes de terror que vou guardar pro dia das bruxas soidkask):

⭐ Nunca fui santa: anos 90, comédia, a líder de torcida é mandada para um tratamento de cura quando seus pais começam a desconfiar que ela pode ser homossexual.

⭐ Quase famosos: queria ver esse filme a muuuuuito tempo! Ele super combinou com o livro que tava lendo na epoca Do que é feita uma garota da Caitlin Moran, porém esperava mais.

⭐ Queridinhas: duas garotas de mundos opostos participam de uma aposta para quem vai perder a virgindade primeiro no acampamento.

⭐ Maus momentos no Hotel Royale: Pedro que me recomendou!  Thriller era tudo que assisti nesses dias daqui, porem os outros vão pra outra lista. Muuito bom, me lembrou Tarantino mas muito melhor!

⭐ O homem que copiava: Coming of age Brasil. Por que ninguém fala desse filme? Por que niunguém fala dos filmes sobre os jovens brasileiros?? Um dos meus filmes favoritos!

⭐ O diário de uma virgem: essa atriz, a namorada do vocalista do Sex Bob-Omb, é muuuito engraçada aaaa achei por acaso no Netflix. 

⭐ Funny ha ha: queria assistir desde que descobri o mumblecore, e ali estava ele no Festival Mumblecore Ou Como Fazer Um Filme Em Casa do Lookie. Gostei de algumas coisas mas ainda não estou habituada a esse tipo de narrativa.

⭐ Admiração mútua: também do Festival Mumblecore! Esse gostei mais, já estava intendendo como as coisas rolavam ou a trama era mais a minha mesmo. Vários atores se repetem nos dois filmes. 

⭐ Thelma & Louise: recomendação do Vitor. Muuuito bom!! Não tinha ideia do que se tratava até ver e nunca tinha nem ouvido falar sobre. Sem nenhum sentido esse filme (pra mim) combina muito com um domingo de chuva.

⭐ Tudo que quero: vi passando na Sessão da Tarde e o que me chamou a atenção foi a Dakota Fanning, e ai pesquisei e descobri que era um coming of age com road trip onde a personagem principal tem autismo e quer se inscrever num concurso de roteiro do Star Trek. Onde eles escondem esses filmes? 

⭐ Sol Alegria: vi com meus amigos pra celebrar esse mês! Que filme loko!! Não entendi grande parte (nada!) mas adorei como ele é teatral é bem estilizado e muito criativo. 

⭐ Luca: fofo e italiano e amizade e identidade pra saber mais recomendo essa fala do Victor! Vaza Bruno!!

⭐ Trainspotting: esse eu revi porque só lembrava do inicio, talvez até o meio e eu gosto desse filme, como ele acontece, a montagem, a fotografia, a história, as músicas, os personagens, a verdade nua e crua. 

⭐ T2: em seguida tinha que ter o 2 que ainda não tinha visto. O primeiro é com certeza o melhor, esse é meio forçado o jeito que eles montam, as cores me incomodaram um pouco e o tom de videoclipe sei lá. Parec aqueles filmes de négocios onde tudo é vidros e azul. 


Eu odeio ter rinite. Eu odeio ter rinite. Eu odeio ter rinite. Eu odeio ter rinite. Eu odeio ter rinite. Eu odeio ter rinite. Eu odeio ter rinite. Eu odeio ter rinite. Eu odeio ter rinite. Eu odeio ter rinite. Eu odeio ter rinite. Eu odeio ter rinite. Eu odeio ter rinite. Eu odeio ter rinite. Eu odeio ter rinite. Eu odeio ter rinite. Eu odeio ter rinite. Eu odeio ter rinite. Eu odeio ter rinite. Eu odeio ter rinite. Eu odeio ter rinite. 

É dificil acreditar que tem pessoas que não ficam com o nariz entupido e cara de doente por qualquer coisa.



                                                                                          Indicação de zines e quadrinhos curtos:

⭐ A distância que se faz lenta entre os corpos por Larissa Fonseca

⭐ Fantasmas por Larissa Fonseca

⭐ Início do dia por Inácio Rafaela

⭐ De ontem pra hoje por Inácio Rafaela

⭐ Diário de bordo rs-rn por Camila Cuqui

⭐ dia-a-dia por Arantxa

⭐ Sem nome por Tchau Gi

⭐ Tirinha do José Roberto

⭐ Segundo beijo por Treze

⭐ Pra não esquecer dos horizontes por Carol Ito


Tenho mil projetos legais e coisas pra fazer e não consigo fazer nada. A única coisa que me anima é fazer coisas com outras pessoas junto, mas junto mesmo, ao mesmo tempo real sincrono e paralelo. As coisas ao meu redor parecem parafusar minha cabeça. Com certeza a culpa de tudo é essa falta de solidão absoluta nos meus papéis. Falta de privacidade. Falta de ar. 

Coisas pra fazer de uma vez: 

arte por Alison Zai
⭐ Quadrinho sobre sonho

⭐ Quadrinho com o Samuca

⭐ Zine de com artistas da cidade

⭐ Zinezum #1

⭐ Vídeo da propaganda do Pedro

⭐ Vídeo da manifestação

⭐ Prints (?)

⭐ Organizar meus livros

⭐ Enviar os desenhos que faltam pra Lari

⭐ Fotos: de se encaixar na cidade, de editorial de moda, de maquiagem, de natureza selvagem,  de filmes que não existem, durante um dia inteiro...

⭐ Desafio de registros (também da Lari)

⭐ Mais um documentário sobre alguma coisa bem hmmmmmm

acredito em fadas, acredito, acredito


Nicole muito obrigada por me indicar! Essa tag foi inventada pelo Victor e se chama Tag de Neverlands, ela tem uma peculiaridade muito interessante que é: a cada pessoa que responde aumenta uma pergunta e é muito interessante de acompanhar como ela mudou desde que foi criada. Criar essa pergunta foi difícil e ainda não sei se fiquei satisfeita com ela, creio que não. 

REGRAS

⭐ Quando responder essa tag e for repassá-la, é importante que adicione uma pergunta no final, de sua escolha! Ela deve estar categorizada também, com o lugar fictício da tua preferência :•)

⭐ A pergunta "Terra do Nunca" deve vir depois da sua pergunta criada. Ela precisa ser a última!

⭐ Preferivelmente, referenciar quem criou a tag (Victor!) e quem te indicou (Nicole!)

⭐ Repostar as regras para que as pessoas possam entender melhor a tag quando a responderem.


PERGUNTAS

Green Gables - Qual o teu lugar menos favorito do mundo?

Minha casa.


Cair Paravel - Se tu tivesse que escolher um alimento para comer pelo resto da vida, qual seria?

Morangos talvez. Na verdade não ia querer viver comendo apenas uma coisa, gosto de variar sempre. 


Hogwarts – Imagine que um culto muito respeitado fundou uma religião baseada nos teus ensinamentos. O que tu vai deixar de lição para eles?

Liberdade, igualdade, amizade, cooperação e morte aos que não concordam saijdiosajdsaisa brincadeira não ia ter morte só lavagem cerebral pras coisas do bem.


Bosque dos Cem Acres – Tu gostava de brincar de alguma coisa no intervalo? Se sim, do quê?

Na verdade meus intervalos de infância assim como todos os outros eram muito mais para conversas e fofocas, mesmo eu gostando de brincar não tenho grandes memorias de brincar nesse periodo. O que eu lembro era uma brincadeira que a gente escolhia um personagem da novela Os Mutantes pra ser, policia e ladrão e um que eu e minha amiga inventamos que se chamava cobra-cega perseguidora disakdpsak a qual consistia e uma de nós ficar de olhos fechados, girar muito e ser guiada pela mão ate um lugar do pátio da escola o qual tinha que adivinhar onde era. 


Refúgio das Fadas – Indica uma música (ou mais) que tu tem ouvido bastante!

I'm Dead do The Limiñanas, uma banda francesa que descobri semana passada e essa playlist do meu amigo :) 


Terra de Oz – Cite as coisas em ti das quais tu mais te orgulha. Não vale dizer que não te orgulha de nada!

Meu gosto pras coisas. Acho que eu tenho um bom gosto mesmo que ele possa parecer esquisito para algumas pessoas. E minha habilidade em treinar gatos para eles serem muito carinhosos, nada violentos e adorarem colo. 


País das Maravilhas – Qual o último livro que tu leu? Tu gostou dele?

Jimmy Pizza come o mundo, adorei a quadrinização, o humor muitas vezes ótimo e a história uma doidera. Gostei muuito!


Gravity Falls – Crie uma estética para a tua estação favorita!

Eu achava que gostava do inverno mas agora tenho quase certeza que detesto. O verão é bom mas tem o calor que aa o que eu realmente gosto são de dias que parecem abraços quando o clima é confortável, com a temperatura na medida certa e parece que o ambiente esta constantemente te abraçando e te botando pra cima. Um dia ficar na rua e observar o que te cerca, tirar fotos de tudo e fazer piquenique na grama. 


Arendelle – Com qual personagem fictício tu mais te identifica?

Não sei aaa já disseram que lembro a Hilda, a Amélie Poulain, a Sandi Tan de Shirkers, a Cassie de Skins... Eu adoro ser comparada com elas e me vejo em muuuuuitas personagens. Porém a uns meses descobri uma que é igualzinha a mim, a Nancy! Quase que esqueço dela.

  é exatamente assim que durmo


Crystal Tokyo – Se pudesse viajar para o futuro, o que esperaria ver? 

Eu nem quero viver muito tempo, muito menos ver o que o mundo se tornou quando esse montão de criança alienada crescer. A unica coisa que me da curiosidade é saber se algo que eu fiz durante a vida permaneceu de alguma forma sendo vista, lida, significativa, estudada ou algo do tipo. Quero morrer cedo mas ser eternizada de alguma forma. 


Burial Mounds – Qual é o refúgio (físico ou mental) mais seguro do mundo para você?

Mental talvez seja dormir, escrever por aqui ou em um caderno e fisico é com as pessoas que me deixam puramente feliz.


Deadman Wonderland – O que seria um ato de amor, segundo o seu ponto de vista?

Dar apoio, estar disponível e pronto pra ajudar, ser proativo com quem se ama. Escrever o que verdadeiramente sente e compartilhar. Fazer uma visita surpresa. Não sei bem o que não seria um ato de amor, acho que a intenção e o sentimento da hora deixam podem dar esse titulo a qualquer coisa. 


Beach City – Uma frase, ou trecho de livro que lhe tenha feito a diferença recentemente?

Eu to te explicando

Pra te confundir

Eu to te confundindo

Pra te esclarecer

To iluminado

Pra poder cegar

To ficando cego

Pra poder guiar

Trecho da música Tô do Tom Zé


Far Far Away – Conte uma curiosidade sobre você.

Desde criança a minha parte favorita dos desenhos e quando as coisas cotidianas estão acontecendo. Como em desenhos de luta ou missões eu gostava das cenas em que os personagens estavam na escola ou em casa lidando com problemas mais reais. Não sou muito chegada cenas de batalha ou histórias cheias de magias e tudo mais. 

Tenho todos os meus dentes de leite guardados numa caixinha de sabonete.


Porão do Eric Forman – O que tu faz ou já fez escondido?

Escrever aqui!! Cantar bem alto, dançar, consumir contéudo de qualidade duvidosa - ou não (música, filmes, vídeos, livros...). Tem muitas coisas que não consigo fazer se não estiver sozinha como escrever e ate mesmo desenhar, ate consigooo fazer alguma ou outra mas flui muuuuito melhor na solidão. Além disso eu sempre fui muito espiada com meus pais verem o que estou fazendo, vendo, lendo, falando... Não sei porque sou assim. 


Terra do Nunca – Indique algumas pessoas para participar (pelo menos uma)!

Não sei quem já respondeu a tag então eu indico a primeira pessoa a comentar (que não tenha respondido akdsijdoi), quem cumprir esse requisito avise nos comentários para eu atualizar aqui! Obrigada!